Cinema: Os meninos que Enganavam Nazistas (Paris Filmes)

Dia 03 de agosto, entra em cartaz Os meninos que enganavam nazistas. Assisti este filme lindo e emocionante na Cabine de Imprensa da Paris Filmes. Esta é uma produção franco-canadense.
Gosto muito de filmes e livros sobre guerras. 
O filme é baseado no livro homônimo, que se tornou um best-seller e traz o relato do francês Joseph Joffo, de família judia, que vive em Paris. 
Joseph é o mais novo membro de uma família amorosa e trabalhadora. O pai é barbeiro e os dois irmãos mais velhos trabalham com ele, enquanto Joseph e seu irmão Maurice frequentam a escola.
O filme retrata a jornada de Joseph e Maurice , fugindo da guerra, após a ocupação alemã na França. A história se passa entre 1941 e 1944 durante a Segunda Guerra Mundial.
Cenários lindos e marcantes fazem parte desta trama. O que eu mais gostei foi ver retratada uma família amorosa, que luta para sobreviver e  escapar da insensatez nazista. 
Além de Maurice, Joseph tem  dois irmãos mais velhos, Henri e Albert. Seus pais orientam que a família fuja separada (de dois em dois membros) , e Joseph e Maurice enfrentam juntos os perigos e dramas da guerra. Contando com a boa vontade de alguns amigos, fugindo de vigaristas, presenciando atos desumanos, os dois jovens amadurecem nesta caminhada. Cenas ternas e simbólicas também estão presentes no filme, como a bolinha de gude que acompanha Joseph e representa sua infância e ingenuidade. Na época que se passa a história, Joseph tinha 10 anos e Maurice 12.
Créditos: Divulgação Paris Filmes

Créditos: Divulgação Paris Filmes

Créditos: Divulgação Paris Filmes

Sinopse – Os Meninos que Enganavam Nazistas                                                           
Na França ocupada, dois jovens irmãos judeus, Joseph e Maurice, desenvolvem uma incrível dose de malícia, coragem e habilidade para escapar da invasão inimiga na região e encontrar sua família novamente.
Ficha técnica:
Direção: Christian Duguay
Roteiro: Jonathan Allouche, Benoît Guichard e Christian Duguay
Elenco: Dorian Le Clech, Batyste Fleurial Palmieri, Patrick Bruel, Elsa Zylberstein e Ancelier Bernard Campan
Classificação: 12 anos
Joseph e Maurice estão vivos e moram até hoje em Paris. Só voltaram à Paris com o finald a guerra.
O livro que deu origem ao filme, no original "Un sac de billes" (um saco de bolinhas) foi lançado na década de 1970, e acumula mais de 20 milhões de exemplares vendidos em 22 países. Aqui no Brasil, a obra será lançada pela editora Vestígio, pertencente ao Grupo Autêntica, este mês e eu estou doida para ler também. Recebi o primeiro capítulo e fiquei doida para ler o livro todo! Além de escritor, Joseph é roteirista e ator.


Comentários

  1. Olá Cláudia. Tudo bem?
    Eu quero muito assistir esse filme. Vou me programar pois, já estava aguardando esse lançamento.
    Amei seu post.
    Beijocas.

    www.meumundosecreto.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi querida
      Estava com saudades de vc!
      Tudo bem e vc?
      Sim, muito bonito, vale a pena, Vanessa
      Bjs e obrigada

      Excluir
  2. Tinha visto falar sobre ele em um outro blog. Acho tão importante livros/filmes com essa temática, mas tenho dificuldades em ver, dá um nó na garganta. Esse parece muito lindo <3
    Bjs flooor

    http://cariocadointerior.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Priscila, eu adoro este tipo de filme e de livros tbe.
      Sao tristes, mas são comoventes
      Este é lindo
      Bjs

      Excluir
  3. Não curto muito esse estilo, mas já vi alguns filmes e li alguns desses livros. Acredite, eu viajei aqui... entendi que tinha assistido a esse filme em Paris... e fui logo suspirando saudades aqui do meu delicioso Montmartre. Sim, eu viajo... o chão não me segura.
    Eu recebi a informação dese filme no App do Itaú cinemas, e me lembrei a hora do 'caçador de pipas'.

    bacio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha, bem que queria assistir em Paris...quem sabe um dia, ne Lunna?!
      Não tem nada a ver com Caçador de pipas, mas é muito bom tbe
      Bjs, querida

      Excluir
  4. Linda história desse período e é bom saber que sobreviveram. Fiquei com muita vontade de assistir. Vou tentar. Gostei da resenha e continuemos nessa maratona. Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Raquel tbe fiquei feliz por eles terem sobrevivido.
      Assista, é lindo
      Obrigada querida e vamos que vamos
      Bjs

      Excluir
  5. O filme deve ser lindo com certeza, mas eu sempre protelo muito pra ver esse tipo de filme, mexe muito comigo e fico muito comovida e não curto muito rs. Mas quem sabe eu tome coragem :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este é muito bonito, Cilene
      O fato de saber que estão vivos, ajuda ne?
      Bjs

      Excluir

Postar um comentário