Neve Negra - Paris Filmes

Hoje eu trago para vocês a estréia mais esperada da semana, Neve Negra, da Paris Filmes. O novo filme do maravilhoso Ricardo Darin (eu sou muito, muito fã dele) estreou em circuito nacional e vale muito a pena conferir!
Sinopse: O longa-metragem “Neve Negra” conta a história de Salvador (Ricardo Darín), um homem isolado, que convive com a grave acusação de ter cometido um assassinato durante a adolescência. Acostumado à sua rotina solitária, ele é procurado por seu irmão Marcos (Leonardo Sbaraglia) e sua cunhada Laura (Laia Costa), que recebem uma proposta milionária por um terreno na Patagônia, onde vive Salvador. Com a reluta de Salvador em se desfazer da casa localizada no terreno herdado pelos irmãos, velhos problemas familiares ganham força na congelante e isolada Patagônia. Na Argentina, o thriller detém a primeira colocação de produção nacional mais vista no país em 2017.
Tive a oportunidade de assistir este ótimo filme na cabine de imprensa da Paris Filmes, no Cinemark do Shopping Iguatemi e na sequência participei da coletiva de imprensa com o diretor do longa, Martin Horada.
Eu gostei muito do filme! Começando pelas paisagens deslumbrantes da Patagônia, o filme prendeu minha atenção do início ao fim. O trio de atores (Ricardo Darin, Leonardo Sbaraglia e Laila Costa)  é sensacional e apresentam uma química muito boa. Eletrizante, fiquei tensa e na maior expectativa o filme todo. 
O filme começa com a morte de uma criança e no desenrolar da trama vamos conhecendo sua família e desvendando junto com o filme o desfecho desta tragédia familiar. Gostei muito da forma que o diretor encontrou para contar a estória. Martin Horada mesclou cenas atuais com cenas antigas, na época do crime. Uma cena do presente tem continuidade na outra do passado e achei este recurso muito bacana.
Ingredientes como segredos, cumplicidade, rivalidade, história psiquiátrica, solidão, fazem parte da trama.Não sei se pelas paisagens ou também pelo contexto da estória, absorvi o frio que todo aquela neve mostrava. Senti frio o filme todo, leve um casaquinho ao cinema.
Apesar do filme contar com Darin, quem rouba a cena é Laura, esposa de Marcos, que o acompanha no reencontro com o irmão Salvador. A personagem cresce de uma forma impressionante no filme. No começo parece uma menina e no final torna-se a protagonista da trama. Esta observação foi confirmada pelo diretor na coletiva de imprensa.
Martin Horada participou da coletiva, vindo da Argentina para o evento. A coletiva teve como mediador Roberto Sadovski
Martin foi muito simpático, respondeu todas as perguntas em inglês. Contou detalhes da produção, falou sobre a dificuldade para conseguir arrecadar os recursos para a realização do filme.  
Contou que é amigo há anos de Darin, com quem já havia trabalhado nos longas “O Sinal” e “Nove Rainhas”.
Neve Negra é uma co-produção Argentina e Espanha.
É muito bacana participar de uma coletiva de imprensa. Você tem a oportunidade de conhecer detalhes da produção e assim ver o filme com outro olhar, mais profundo. Adorei esta experiência. Recomendo muito o filme! Assista e depois me conte o que achou!

Comentários

  1. Só de saber que tem a patagônia já quero assistir. Sou louca para conhecer

    ResponderExcluir
  2. Estou louca para ver. Só em ter Darin e imagens da Patagônia já me chama a atenção. Muito bom estar nas cabines de impressa e ter a oportunidade de saber mais sobre os filmes.
    beijos
    Chris

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também, Chris!!
      Adoro estas cabines :)
      Bjs

      Excluir
  3. O tipo de filme que eu curto. Com certeza vou assistir. Valeu pela dica!

    ResponderExcluir

Postar um comentário