O Natal do Encontro no Shopping Lar Center!!

Um Vez Você, Uma Vez Eu - Diego Martello [Resenha]

Conheci o trabalho do Diego Martello no início do ano e fiquei muito curiosa para ler seu livro, pois gosto muito de livros com enfoque em relacionamentos e dramas familiares.
Uma vez você, uma vez eu, foi lançado pelo selo Talentos da Literatura Brasileira, da Editora Novo Século. 
Em primeiro lugar o que mais me chamou a atenção foram as citações e frases interessantes que encontrei no livro. Eu gosto muito de marcar estas frases e o meu exemplar ficou cheio de post-its! Selecionei algumas que citarei mais abaixo, neste post.
A escrita do Diego é bem elaborada e rica, o autor por vezes utiliza termos e palavras mais eruditas e acredito que faça parte do contexto da trama. 
Não é uma leitura fluida e rápida e creio que o motivo seja a densidade dos aspectos emocionais das personagens. Apesar de ser um livro fino e de ter um bom ritmo de leitura, eu demorei mais que a minha média para finalizar esta leitura.
Narrado em primeira pessoa, o romance nos apresenta duas relações familiares do protagonista da estória, Willian. Com seu pai, Marcos e com sua esposa Eva. Vivenciando situações tensas tanto no casamento, quanto na relação paternal, Willian reflete em suas escolhas, no que gostaria e no que não gostaria de realizar. Interessante acompanhar oseu ritmo de pensamento. Por vezes confuso, por vezes mais exaltado, mais sensível.
O protagonista é um personagem enfraquecido, desmotivado, que precisa "acertar as contas" com seu pai, com seu trabalho, com sua futura paternidade. 
Achei muito interessante a técnica utilizada por Diego no livro, esmiuçando o interior de cada personagem. Não posso dar detalhes, pois certamente daria spoillers da trama, mas confesso que o livro me surpreendeu com suas reviravoltas e surpresas. Me pegou direitinho e acredito que isto acontece com a maioria dos leitores...rs.
" O novo, como uma locomotiva desenfreada em minha direção, me atiçaria ao movimento, à liberdade. Estava carente disso. " (página 17)

"Se a tranquilidade não me acompanha para onde vou, sinto que não estou indo para lugar algum" (página 65)
Gostei muito da capa, da combinação de cores. Diagramação excelente, bom espaçamento de parágrafos e letra em tamanho confortável. Letras amarelas, como eu adoro. Sem erros de gramática.
Composição da minha avaliação (cada item vale até 1 ponto): 
Capa: 1,00
Trama:1,00
Diagramação: 1,00
Desenvolvimento e narrativa: 0,70
Revisão: 1,00
Nota: 4,70 - muito bom

Sinopse: Marcos e Willian, pai e filho, tentam se reconciliar após anos de desentendimento. Em paralelo, Eva, mulher de Willian, quer a todo custo engravidar, o que frustra o casal. A partir da visão do interior de cada um, esses personagens terão de reconfigurar o modo de pensar para enfrentar os seus conflitos. Nessa fase tão conturbada para todos, reflexões acompanham cada segundo da trajetória deles. Narrada de forma surpreendente, provocativa e crítica, esta obra não tem a pretensão de apresentar soluções para os problemas enfrentados, mas, sim, mostrar as armadilhas de nosso fluxo de consciência, para compreendermos que as soluções dos problemas dependem, muitas vezes, da forma como se lida com as ilusões, ou, ao contrário, como se enxerga verdadeiramente a realidade.
Sobre o autorDiego Martello é formado em Administração e Comércio Exterior. Trabalha com projetos automobilísticos, especialmente na área de compras - nacionais e internacionais. Tem a leitura como seu principal passatempo e, durante anos, acumulou experiências que nortearam a origem deste livro. “Uma vez você, uma vez eu” é sua obra de estreia.

Ficha técnica:
Título: Uma vez você, uma vez eu
Autor: Diego Martello
Ano: 2015 
Páginas: 184
Idioma: português 
Editora: Novos Talentos da literatura brasileira
Livro cedido em parceria com autor
Para conhecer mais o trabalho do Diego Martello:
Para comprar: Saraiva, AmazonAmericanas, Submarino.
Para comprar seu exemplar autografado: diego.pmartello@gmail.com.
Surpreenda-se você também! Depois me conte o que achou.


Comentários

  1. Olá Claudia! Não conhecia esta obra e depois da tua resenha, fiquei com curiosidade de ler! Gosto de livros em que o personagem fala na primeira pessoa. Acho que torna a leitura mais intimista, como se nós entrássemos dentro do cenário da trama e nos uníssemos ao personagem. Gostei da forma como apresentaste a tua resenha, já que apresentas o essencial para não tirar a piada a quem ainda não leu o livro!

    Parabéns pela resenha!

    Abreijos :)

    ResponderExcluir
  2. Ótima resenha amiga, só de lê-la a gente já sente vontade de ler o livro e descobrir o fim dessa história!

    ResponderExcluir
  3. Resenha clara e objetiva. Fiquei interessado em conhecer a obra!

    ResponderExcluir
  4. Nossa Clau ainda não li mas depois da sua resenha vou procurar com certeza.
    Bjs
    Mari

    ResponderExcluir
  5. Adorei a resenha, e o livro parece ser muito bom, daqueles que consegue arrancar umas reflexões de pausas para refletir sobre várias coisas.

    Garota do 330

    ResponderExcluir
  6. Amo suas resenhas. Só de ler essa sinto vontade de comprar o livro.

    Beijos

    ResponderExcluir

Postar um comentário