Navio Negreiro no Mar do Branco do Olho: Eu Li

Autor: Clovis Levi
Ilustradora: Vanessa Rosa
Editora: Viajante do Tempo
Formato 15,5×23 cm; 64 páginas
Ano: 2016  
Indicação:Idade 7 a 16 anos

Hoje trago para vocês uma dica diferente! 
Um  romance de teatro infantil/juvenil, do escritor e dramaturgo Clóvis Levi. Uma peça teatral em um único ato, assim é definido pelo autor este interessante livro. 
Confesso que a sinopse e o gênero de leitura me chamaram a atenção e fiquei muito curiosa para ler. Foi uma leitura ótima! Divertida, interessante e muito rica em detalhes. 
Gosto muito de teatro e sempre que posso assisto a peças de diferentes gêneros  e este livro me transportou à uma peça teatral com  muitos detalhes interessantes. A forma como o autor descreve as cenas te transporta literalmente para um teatro. Você consegue acompanhar as mudanças de cena, a iluminação, as músicas, e detalhes como as expressões dos atores em cena. Muito, muito bacana!
Com sua habilidade natural para tratar temas espinhosos junto às crianças, o escritor e dramaturgo Clovis Levi apresenta uma peça teatral em que a protagonista é o fantasma da pequena Anastácia, escrava e santa popular brasileira, liderando uma revolta de crianças escravas em um navio negreiro. Personagens como a cadela Xinxa e um menino com duas cabeças – que dialogam e brigam entre si – tornam ainda mais encantadora esta fábula sobre escravidão, infância, amor e liberdade.
Zacarias quis porque quis sair na foto...
As ilustrações são de Vanessa Rosa. O livro da Editora Viajante do Tempo tem uma bela diagramação, numa bonita edição. 
Sinopse: Navegando ao sabor dos tempos, a Caravela Encantada, que partiu do Tejo, Portugal, nos tempos dos descobrimentos, vaga durante séculos por lugares distantes, com sua tripulação fantasma e crianças escravas. A caravela é comandada pelo seu poderoso e cínico dono, o doutor Barão, que conta com o seu agressivo capataz. Eles obrigam as crianças a trabalharem até a exaustão. Entre os fantasmas está Arco-Íris, uma garota negra, simpática e comunicativa, que está determinada a ajudar seus irmãos africanos. Numa de suas viagens, a caravela acaba por resgatar do mar Talita, uma dinâmica jovem dos nossos tempos, e sua cachorrinha Xinxa, que se torna um ser invisível. Além de Talita, o navio resgata também um ser estranho, um homem de duas cabeças, uma sempre contrariando a outra. Com esses estranhos personagens algo vai mudar a rotina do navio…
Este livro é recomendando para crianças e jovens de 7 à 16 anos, mas você pode ler para os menorzinhos. 
Sobre o autor: Clovis Levi nasceu no Rio de Janeiro, em 1944. É autor do livro juvenil: O beco do pânico (Globo Livros) e dos infantis A cadeira que queria ser sofá e outros contos, contemplado com o Prêmio Nacional de Ilustração de Portugal em 2012, Proibido pensar e O pinguim que morria de frio, todos publicados pela Viajante do Tempo. É autor, encenador e professor de teatro na CAL – Centro de Artes de Laranjeiras, onde dá aulas para adolescentes e adultos. Escreveu várias peças teatrais, entre elas, Se chovesse, vocês estragavam todos, em coautoria com Tania Pacheco, que recebeu o Prêmio Governo Estado de São Paulo/Melhor Texto e os musicais dirigidos por Sérgio Britto Ai,ai, Brasil, Na era do rádio, Nos tempos de Martins Pena e De Getúlio a Getúlio – A história de um mito. Para a televisão, redigiu o seriado O Bem Amado, a minissérie DNA e as novelas Mandacaru e O Todo Poderoso.

Você pode comprar O Navio Negreiro, No Mar do Branco do Olho no site da Editora Viajante do Tempo
Recomendo muito esta leitura!
Leia e depois me conte o que achou, vou adorar saber sua opinião.
Beijos,
Clauo
Agradecimento especial:
José Fontanele - Oasys Cultural



Comentários

  1. Adoro as suas indicações. Acho essencial a leitura na vida dos pequenos. Bjs

    ResponderExcluir

Postar um comentário