Livro: Sísifo, Verena Kent - Editora Cultrix

Cirurgias Espitiruais de José Arigó #oespiritadomes

Outro dia, numa das minhas quase diárias visitas à livraria me deparei com este livro e fiquei alucinada para ler. A história do médium José Arigó sempre me chamou muito a atenção, tanto pela natureza das cirurgias quanto pela forma como eram realizadas. Saí da livraria e mandei um e-mail para a autora (na contracapa do livro tinha seu e-mail), contando do meu projeto #oespiritadomes e dizendo que seria maravilhoso ler seu livro e publicar a resenha aqui no blog. Sim, eu pedi o livro para  Leida (até então não a conhecia, nem ao seu lindo trabalho de divulgação da doutrina espírita). Qual não foi minha surpresa ao receber a resposta no mesmo dia. Uma resposta tão linda que com a autorização dela transcrevo um trecho aqui para vocês:
" ...Ficarei muito agradecida se puder divulgá-lo. O fenômeno Arigó, naquela época, teve como finalidade divulgar a Doutrina Espírita e provar a vida além da morte, a comunicabilidade com os espíritos, etc. Cientistas de vários países, inclusive da NASA, fizeram estudos e pesquisas sobre o médium e disseram que não existe registro no planeta de outro médium que tenha feito o que Arigó fez.
Como única participante ainda encarnada do grupo que ajudou Arigó, não poderia deixar perder esta história. Tive por treze anos uma convivência diária com ele, e agora ao registrar esta história, não poderia imaginar que através dela seria feito novamente a divulgação da Doutrina, pois muitas pessoas não espíritas, depois de ler meu livro, me escrevem pedindo que indique obras espíritas para melhor entenderem o funcionamento daquele trabalho que chocou a humanidade.
Como disse Emanuel: "A maior caridade que podemos fazer para a Doutrina Espírita é divulgá-la"
Por isso Claudia, se puder fazer essa divulgação será muito bom para a Doutrina. 
Quem editou o livro foi a Associação Médico-Espírita de MG e doei todos os direitos autorais para obras sociais desta Associação..."

Assim chegou aqui este livro incrível, com uma história mais incrível ainda. Arigó foi um fenômeno interessantíssimo e pouco entendido. Despertou espanto e admiração, trouxe alívio e fé para tantas pessoas. Amigo de Chico Xavier e Divaldo Pereira Franco, foi perseguido e preso por duas vezes por exercício ilegal da medicina. O que mais me chamou a atenção no livro foram as descrições das cirurgias espirituais realizadas pelo médium, sem anestesia e feitas na presença de inúmeras pessoas. O livro foi embasado em depoimentos de diversos profissionais, médicos e profissionais da área médica que atestaram a veracidade dos procedimentos, bem como o assombro não só pela forma como eram realizados, mas também pelos resultados. Arigó atendia desde as pessoas mais simples até os mais famosos, entre eles Roberto Carlos que o procurou para tratamento do seu filho e o presidente Juscelino Kubitschek. O mais bacana foi que nunca aceitou pagamento, nem recompensas ou privilégios pelos tratamentos realizados. Viveu de forma discreta e do seu trabalho como funcionário público e não da sua mediunidade. E este desprendimento continua com a autora desta obra. Leida doou todos os direitos autorais para a AME-MG que realiza um lindo trabalho e tem obras de estudo e romances espíritas maravilhosos. Aqui no blog você terá a oportunidade de conhecer outros títulos deles na nossa #oespiritadomes.

José Arigó viveu na cidade de Congonhas do Campo, MG e teve como mentor espiritual o Dr. Fritz, um médico alemão desencarnado, que conversava fluentemente em seu idioma natal com convidados que visitavam o médium, embora José Arigó nunca tenha tido a oportunidade de estudar o idioma alemão. As cirurgias eram realizadas sem anestesia e sem assepsia cirúrgica. Nos depoimentos descritos no livro não foram registradas complicações após estes procedimentos. O mais incrível é que os pacientes não relataram sentir dores ou incômodos durante as cirurgias, a maioria conversava com o médium durante o procedimento e estes eram realizados na presença de muitas pessoas, inclusive de médicos.  Para aqueles que segundo a equipe espiritual não tinham condições de tratamento, o médium indicava preces e mensagens confortantes.  Como explicar estes fenômenos?! Uma das coisas que mais me chamou a atenção foi a presença de estudiosos de várias partes do mundo que vieram conhecer e entender o trabalho de Arigó. Além dos cientistas da Nasa, profissionais da Argentina e de outros países visitaram e estudaram o médium. Infelizmente o único país que demonstrou pouco interesse  em estudá-lo parece ter sido o nosso Brasil...

O livro é muito bem escrito. Como a autora teve a oportunidade de conviver e trabalhar com Arigó por tanto tempo, teceu um painel muito interessante que nos transporta para aqueles momentos tão fascinantes. A diagramação é impecável e linda! Não encontrei nenhum erro de português, o que sempre me deixa muito, muito feliz. As fontes são de um tamanho muito confortável e com bom espaçamento. Um dos livros mais interessantes que li, não só pelo teor da leitura como pela apresentação do livro. As folhas são encorpadas, o livro é rico em fotografias que além de ilustrar, contextualizam as explicações de uma forma muito interessante e diferente do usual. A editora acrescentou vários QRCodes nos capítulos, que redireciona automaticamente para páginas da web com entrevistas e outros materiais interativos interessantíssimos e que enriquecem muito a leitura. 

Resenha no Skoob:
Diagnósticos sem anamneses, prescrições surpreendentes, cirurgias com corte sem anestesia ou assepsia e, no entanto, sem dor, infecções ou complicações cirúrgicas e com alto relato de eficácia. Dois processos e duas condenações por curandeirismo e exercício ilegal da Medicina. Um trabalho gratuito, de amor e caridade, por vinte e um anos. A autora apresenta fatos e memórias, pois participou de perto e acompanhou por treze anos um dos maiores fenômenos mediúnicos do Brasil e do mundo: José Pedro de Freitas ou, mais popularmente, Zé Arigó, através do qual atuavam o espírito alemão Dr. Fritz e sua equipe, realizando curas e prodígios dignos de nota por cientistas, médicos, juristas e, sobretudo, pelo povo simples que acorria de toda parte, em busca de socorro para o corpo e a alma. Conheça o fenômeno e tire suas próprias conclusões.

Você conhece a história de Arigó? Gosta deste gênero literário? Leu este livro? Me conta




Comentários