Resenha: Padma (Kelly Hamiso)

Título: Padma
Autora: Kelly Hamiso
Editora: Novo Século
Páginas: 511
Ano: 2014
Gênero: Ficção


Padma me chamou a atenção pela linda capa, sinto uma atração irresistível por livros com capas bonitas! Percebi, após a leitura que a capa consegue transmitir a idéia central do livro. Embora seja classificado como ficção, eu entendi o livro como um romance, um belo romance. 

O casal principal é formado por Jéssica e Beto, completamente diferentes, com criações e personalidades opostas e classes sociais distantes. Jéssica é filha unica, herdeira de uma família rica e poderosa da cidade de Piquete. Mora em Nova York com o chofer, que desempenha um papel importante na vida dela. É uma moça carente de atenção, pois tem pouquíssimo convívio com a mãe e é órfã de pai. Estava com o pai no momento no acidente de carro que resultou na morte dele. Uma das coisas que mais achei interessante no livro foi a mudança de ambiente, o livro começa em NY, passa pelo interior e chega à capital. Numa das visitas de Jéssica ao Brasil, ela vai visitar a avó materna, que mora com a sua madrinha e um tio, o Xande. Nesta visita ela conhece a turma do Xande, uma turma bacana e animada, mas que esconde um grande segredo. Nesta turma Jéssica conhece Beto, um cara que anda só de preto, motoqueiro, ousado, encrenqueiro. Beto é o mais velho de três irmãos, também órfão de pai, mora com a mãe e os irmãos, são vizinhos de Xande e amigos da família. No desenrolar da estória acompanhamos o envolvimento dos dois, o surgimento de um grande amor, que vai contra as convenções para provar que pode dar certo. 

Além do romance, o livro apresenta uma questão diferente, a presença de  anjos e demônios. Embora tenha este caráter fantástico, a autora não vincula a estória à religião (embora no meu entender é uma abordagem à reencarnação), o que torna o livro ainda mais interessante. Outra característica que gostei muito de encontrar no livro foi a abordagem dos sonhos das personagens. Como psicóloga, os sonhos me fascinam e fazem parte do meu dia à dia e do meu trabalho. A autora soube trabalhar esta questão de uma forma muito bacana.

Narrado na terceira pessoa, é um livro bem escrito, com uma trama envolvente. Você acompanha com curiosidade e emoção o enredo. Diagramação boa, sem erros de português. Adorei a capa. Fiquei muito curiosa com o título do livro e no desenrolar da estória, a autora explica o que significa Padma:

"É o nome da flor de lótus, que no Oriente significa pureza espiritual.  A água lodosa que acolhe a planta é associada ao apego e aos desejos carnais, e a flor imaculada, que desabrocha sobra a água em busca de luz, é a promessa de pureza e elevação espiritual..."  (página 237)


Não fique assustado ou intimidado com as 511 páginas, Padma é um livro que você lê de forma fluida, ágil e fácil. Você quer saber o que acontecerá na estória, fica curiosa, torce pelo sucesso e pela felicidade dos personagens. 

Temos no desenrolar da trama vários fatos surpreendentes, alguns me geraram um pouco de duvida, mas não posso discuti-los, pois seriam spoillers da trama. Fiquei um pouco frustrada com o desfecho rápido (e pouco explicado) de alguns personagens como Sérgio, chofer da Jéssica. Percebi que a autora focou na turma e alguns personagens que a princípio pareciam principais, mostraram-se secundários. Também não posso, obviamente, contar aqui o final do livro, mas gostaria muito de discuti-lo com você. Quando você terminar a leitura, ou se você já leu o livro, por favor me avise, quero muito conversar com você!

Sinopse: 
Jéssica é uma garota de dezessete anos, estudiosa, bonita e rica, que havia ganhado uma segunda chance. Numa visita à casa de sua avó, em São Paulo, conhece um grupo de amigos e Beto, rapaz rebelde que, entre cigarros, bebedeiras e rock’n'roll, está longe de ser o homem ideal, mas sua indiferença o torna irresistivelmente fascinante. Tinha tudo para ser mais uma história de amor, exceto por um detalhe: os dois não sabiam que essa união os transformaria em peças de um jogo entre membros de uma organização e um homem ambicioso; todos manipulados por Arimã, o anjo corrompido. Para que consigam ficar juntos, Jéssica e Beto precisarão revelar segredos, aprender a perdoar, interpretar sonhos e acreditar que não estão sozinhos. Entre vícios, brigas, uma flor que inspira e seres sobrenaturais, está Padma, em busca da luz. SKOOB

Sobre a autora:
Kelly Hamiso nasceu na capital de São Paulo em 7 de setembro de 1978. Desde os treze anos (apesar de achar que foi muito antes disso) adora escrever, criar histórias e personagens, sempre compartilhando suas aventuras e seus amigos imaginários com sua melhor amiga Sheila. Cursou Letras na UNIFIEO, casou-se aos vinte e três anos e tem um filho, com quem também divide suas histórias. Dois de seus contos, “Chocolate e Água Mineral” e “Segredo de Lourdes”, podem ser conferidos no site www.kellyhamiso.com.br, além de outras paixões.

Este livro foi lido através da parceria com Lilian Comunica!

Comentários

  1. A capa é linda mesmo! E parece um romance gostoso de ler. Já fui imaginando um filme com sabor de Sessão da Tarde...
    beijo!

    ResponderExcluir
  2. É essa a idéia Michelle.
    Capa show!
    Bjs, querida

    ResponderExcluir

Postar um comentário