Livro: Sísifo, Verena Kent - Editora Cultrix

O Inferno de Gabriel: Livro Viajante - Post 3



Li este livro através do grupo Livro Viajante do SKOOB.
Tinha visto na livraria e estava muito curiosa para ler.
Entrei numa lista e fui a primeira a recebê-lo.

Sinopse - O Inferno De Gabriel - Gabriel's Inferno - Livro 1 - Sylvain Reynard
A salvação de um homem. O despertar da sexualidade de uma mulher. Enigmático e sedutor, Gabriel Emerson é um renomado especialista em Dante. Durante o dia assume a fachada de um rigoroso professor universitário, mas à noite se entrega a uma desinibida vida de prazeres sem limites. 
O que ninguém sabe é que tanto sua máscara de frieza quanto sua extrema sensualidade na verdade escondem uma alma atormentada pelas feridas do passado. Gabriel se tortura pelos erros que cometeu e acredita que para ele não há mais nenhuma esperança ou chance de se redimir dos pecados. 
Julia Mitchell é uma jovem doce e inocente que luta para superar os traumas de uma infância difícil, marcada pela negligência dos pais. Quando vai fazer mestrado na Universidade de Toronto, ela sabe que reencontrará alguém importante – um homem que viu apenas uma vez, mas que nunca conseguiu esquecer. 
Assim que põe os olhos em Julia, Gabriel é tomado por uma estranha sensação de familiaridade, embora não saiba dizer por quê. A inexplicável e profunda conexão que existe entre eles deixa o professor numa situação delicada, que colocará sua carreira em risco e o obrigará a enfrentar os fantasmas dos quais sempre tentou fugir. 
Primeiro livro de uma trilogia, O inferno de Gabriel explora com brilhantismo a sensualidade de uma paixão proibida. É a história envolvente de dois amantes lutando para superar seus infernos pessoais e enfim viver a redenção que só o verdadeiro amor torna possível.SKOOB


A idéia é interessante, com um belo pano de fundo, um professor de arte italiana, vida acadêmica e questões sobre álcool também estão presentes neste romance. Relacionamentos intensos e traumas do passado poderiam ser muito melhor trabalhados, mas acho que a autora se perde um bocado...
Na verdade, achei muito parecido com 50 tons de Cinza, incluindo as mesmas auto- piadinhas da mocinha da estória. 
Não me empolgou, achei chatinho, cansativo e muito provavelmente não lerei as duas sequências. Fiquei curiosa?! Um pouco, mas nada que me faça tirar o sono.
A capa deste livro foi a primeira coisa que me chamou a atenção.
Nota: 2/5


Este livro cumpre também o desafio 4: ler um livro com um casal apaixonado na capa, do Desafio Realmente Desafiante 2013






Comentários

  1. Para descobrir se um livro vale a pena, tem que se arriscar por suas páginas.
    Estou sem correr estes riscos a um tempinho, vergonha... rs
    bju

    ResponderExcluir
  2. Olá!!!

    Também comecei a ler o Inferno de Gabriel, mas não consegui...achei chato, cansativo, não deu...rsrs. Li Cinquenta Tons, gostei demais e acho que vai ser o único desse estilo mesmo....Gosto muito de suas resenhas, são ótimas. Um beijo, Flávia

    ResponderExcluir

Postar um comentário